Porto Alegre / RS(51) 3346.9281[email protected]3ª, 4ª e 5ª - Com horário agendado.

Reflexões 2008

Post 56 of 71
REFLEXÕES
Os nossos corpos físicos tem uma analogia muito parecida com os foguetes
que levam os astronautas para o espaço. São eles os veículos que possibilitam
levá-los para o espaço junto com os equipamentos de suas experiências e
assim que cada estágio do foguete cumpre sua tarefa, despenca em direção
à terra consumindo-se pelo atrito com a atmosfera.Cumpriram sua missão. Morrem.
E nós? Onde está a analogia com os foguetes?
Quando os nossos corpos que  serviram de morada aos nossos espíritos 
envelhecem, já estão desgastados e já não podem propiciar mais experiência, a vivência,
o aprendizado, o aperfeiçoamento, chega então a hora de “Voltar” ao solo Terra.
Já não servem mais para a continuidade. Morrem.
E então, como tudo é ciclico, assim como as águas dos rios desembocam no
oceano e retornam depois à atmosfera e por ação do sol, voltam a cair no mesmo
solo através das chuvas. E pensando nesta ciclicidade dos fenômenos é bem
verossímel que possamos voltar com outro veículo, forte, sadio, de modo a poder
enfrentar mais uma jornada…
Luiz Netto

Menu